Cursos USP - História das Relações Internacionais I

Cursos Livres
Para Todos

Cursos USP - História das Relações Internacionais I

Sobre o curso

Objetivos:

Um sólido conhecimento do passado e das raízes históricas é pré-condição para entender as relações internacionais no mundo atual. O curso História das Relações Internacionais – dividido em dois semestres – pretende proporcionar um entendimento de como a estrutura internacional contemporânea se desenvolveu a partir das estruturas do passado. HRI 1 tem o propósito de apresentar as linhas gerais da evolução das relações internacionais desde seus primórdios até a Primeira Guerra (1914-1918), perpassando a Idade Moderna e o século 19.


História das Relações Internacionais I – do início a 1914:

O sistema mundial atual baseado em Estados se origina nas mudanças que aconteceram na Europa na “virada de 1500”, marcada pela emergência do Estado moderno, os descobrimentos e a primeira onda de colonização, a quebra da unidade religiosa e o desenvolvimento da ciência. Após um breve panorama das RI nas Idades Antiga e Média, o curso foca no desenvolvimento do mundo internacional desde esta virada até a dupla revolução da modernidade: a política, francesa, e a industrial, inglesa. Este período foi caracterizado pelo crescente poder econômico, militar e tecnológico de alguns Estados relativamente bem organizados na Europa ocidental. É inegável, portanto, o papel central da Europa para nossa análise, que chega a seu auge de poder no período do imperialismo. Embora a ênfase esteja na história política européia dos séculos 16-19, não negligenciamos três perspectivas alternativas: (1) contatos entre sociedades antes da Idade Moderna; (2) relações internacionais econômicas, religiosas e culturais, fora da esfera exclusivamente política; e (3) as relações internacionais das principais civilizações não-ocidentais (China, Índia, e o islã). Combinando a narrativa ‘clássica’ das relações internacionais na época moderna com uma visão mais abrangente e menos eurocêntrica, o curso prepara os participantes para um melhor entendimento das RI no século 20.


Programa:

1) Introdução ao campo historiográfico das relações internacionais e conceitos básicos
2) A Antiguidade
3) A Idade Média e o Renascimento
4) O Longo Século 16 e a Gênese da Sociedade Internacional Européia
5) A Crise do Século 17 e a Paz de Westfália
6) Ancien Régime e Ilumunismo, século 18
7) Europa Oriental; o Islã e o Império Otomano: Emergência e Declínio
8) Os Sistemas Asiáticos: China e Índia
9) 1500-1750 Os Descobrimentos e a Primeira Onda de Colonização
10) A Revolução Francesa a as Guerras Napoleônicas 1789-1815
11) Restauração e Revolução 1815-1848
12) Revolução Industrial – Hegemonia Britânica e Colonialismo 1750-1914
13) Os Nacionalismos, a Unificação da Itália e Alemanha, e o Sistema Bismarckiano 1848-1890
14) O Imperialismo e a Questão Oriental 1870-1914
 

Docente

Peter Demant

Peter Demant

Material de apoio

Bibliografia

• ABU-LUGHOD, Janet L. Before European hegemony: The world system A.D.. 1250-1350. New York: Oxford University Press, 1989.
• ANDERSON, M. S. La Europa del siglo XVIII (1713-1789). Ciudad de México: Fondo de Cultura Economica, 1992.
• ANDERSON, Perry. Linhagens do estado absolutista. São Paulo: Brasiliense, 2004.
• ARRIGHI, Giovanni, SILVER, Beverly J. Caos e governabilidade no moderno sistema mundial. Rio de Janeiro: Contraponto; Editora UFRJ, 2001.
• BAYLIS (John) and Steve SMITH (Eds.), The globalization of world politics: An introduction to International Relations. Oxford, 1997.
• BOBBITT, Philip.  A guerra e a paz na história moderna. Rio de Janeiro: Campus, 2003.
• BRAILLARD, Philippe e SERNACLENS, Pierre de. O imperialismo. Lisboa: Europa-América, s/d.
• BRUNSCHWIG, Henri. A partilha da África Negra. São Paulo: Perspectiva, 1993.
• CHESNEAUX, Jean. A Ásia oriental nos séculos XIX e XX. São Paulo: Pioneira, 1976.
• DAVIES (Norman), Europe: A history. New York: HarperPerennial, 1996.
• DEMANT, Peter. O mundo muçulmano. São Paulo: Contexto, 2004.
• DROZ (J.), Europe between revolutions, 1815-1848.
• DUROSELLE, Jean Baptiste. A Europa de 1815 aos nossos dias: vida política e relações internacionais. São Paulo: Pioneira, 1992.
• DUROSELLE, Jean-Baptiste. Todo império perecerá – teoria das relações internacionais. Brasília: EdUnB, 2000.
• ELLIOTT (J.H.), A Europa dividida, 1559-1598. Lisboa: Presença, 1985.
• ELTON (G.R.) A Europa durante a Reforma (1517-1559). Lisboa: Presença, 1982
• FERRO, Marc. História das colonizações - das conquistas às independências - séculos XIII a XX. São Paulo: Cia das Letras, 1996.
• GAY (Peter) and R.K. WEBB, Modern Europe to 1815. New York, etc.: Harper and Row, 1973.
• GREEN (V. H. H.) Renascimento e reforma: a Europa entre 1450 e 1660. Lisboa, 1984/1991.
• GRUNEBAUM (Gustave Edmund von), (org.), El Islam II. Desde la caída de Constantinopla hasta nuestras dias. Compilado por --. Historia Universal. Siglo Veintiuno. Volumen 15. Mexico, 1975 (1992)
• HALE, John Rigby. A Europa durante o renascimento: 1480-1520. Lisboa: Presença, 1983.
• HENDERSON, N. O . A revolução industrial. São Paulo: Verbo, 1979.
• HOBSBAWM, Eric J. A era dos impérios, 1875-1914. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1988.
• ______. A era do capital. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.
• ______. A era das revoluções: Europa, 1789-1848. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.
• ______. Da revolução industrial inglesa ao imperialismo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.
• ______. Nações e nacionalismo desde 1780. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.
• HOCHSCHILD, Adam. O fantasma do Rei Leopoldo – uma história de cobiça, terror e heroísmo na África colonial. São Paulo: Cia das Letras, 1999.
• JOLL (James). Europe since 1870: an international history. London: Penguin, 1990.
• KENNEDY, Paul. Ascensão e queda das grandes potências. Rio de Janeiro: Campus, 1989.
• LANDES, David S. Prometeu desacorrentado: transformação tecnológica e desenvolvimento industrial na Europa ocidental, desde 1750 até a nossa época. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994.
• LESSA, Antonio Carlos. História das relações internacionais – a Pax Britannica e o mundo do século XIX. Petrópolis: Vozes, 2005.
• LESSA, Mônica Leite; GONÇALVES, Williams S. (orgs.). História das Relações Internacionais – teorias e processos. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2007.
• LEWIS, Bernard. O Oriente Médio: do advento do cristianismo aos dias de hoje. Rio de Janeiro: Zahar, 1996.
• MAGNOLI, Demétrio (org.). História das Guerras. São Paulo: Contexto, 2008.
• ________. História da Paz. São Paulo: Contexto, 2008.
• MATTINGLY (Garrett), Renaissance diplomacy. London: Dover, 1988
• MAURO (Frédéric), Expansão européia (1600-1870). São Paulo: Pioneira, 1980.
• McNEILL (William), The pursuit of power: Technology, armed force, and society since A.D. 1000. Chicago: University of Chicago Press, 1982.
• OGG (David), Europe of the Ancient Regime, 1715-1783. London and Glasgow: Collins, 1965.
• PANNIKAR, K.M. A dominação ocidental na Ásia: do século XV aos nossos dias. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1977.
• PARKER (G.), Europa en crisis 1598-1648. México, etc.: Siglo Veintiuno, 1981.
• RÉMOND, René. O antigo regime e a revolução – 1750-1815. São Paulo: Cultrix, 1986.
• RÉMOND, René. O século XIX – 1815-1914. São Paulo: Cultrix, 1990.RENOUVIN, Pierre; DUROSELLE, Jean-Baptiste. Introdução à história das relações internacionais. São Paulo: Difel, 1967.
• ROBERTS (J.M.), Breve história do mundo. 4 Vols. Lisboa: Presença, 1997.
• RUDÉ, George. La Europa revolucionaria, 1783-1815. Madrid: Siglo Veintiuno, 1974.
• RUDÉ (George), A Europa no século XVIII: A aristocracia e o desafio burguês. Lisboa: Gradiva, 1988.
• SARAIVA, José Flávio Sombra (org.). História das Relações Internacionais Contemporâneas – da Sociedade Internacional do século XIX à era da globalização. São Paulo: Saraiva, 2007.
• SEAMAN, L. C. B. Do Congresso de Viena ao Tratado de Versalhes. São Paulo: Atlas, 1977.
• SHEEHAN, Michael. The Balance of Power – History and Theory. London & New
• York: Routledge, 1996
• SCAMMELL (G.V.), The first imperial age: European overseas expansion, c. 1400-1715. Routledge, 1991
• SPENCE (Jonathan). Em busca da China moderna: Quatro séculos de história. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
• STOYE (John Walter). Europe Unfolding, 1648-1688. London: Collins, 1973
• THOMSON (David), Europe since Napoleon. Harmondsworth: Penguin, 1957 e eds. posteriores.
• TILLY, Charles. Coerção, capital e Estados europeus. São Paulo: Edusp, 1996.
• TREVOR-ROPER (H.R.). Religião, reforma e transformação social. Lisboa: Presença, 1981.
• WATSON, Adam. A evolução da sociedade internacional: uma análise histórica comparativa. Brasília: UnB, 2004.
• VOHRA (Ranbir). The making of India: A historical survey. Armonk, New York and London: M.E. Sharpe, 1997.
• WALLERSTEIN (Immanuel), The modern world system I: Capitalist agriculture and the origins of the European World-economy in the sixeenth century. New York, etc.: Academic Press, 1974.WESSELING, H. L. Dividir para dominar – a partilha da África (1880-1914). Rio de Janeiro: Editora UFRJ; Editora Revan, 1998.
• WILLS JR, John E. 1688 – O início da Era Moderna. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

O cmais+ é o portal de conteúdo da Cultura e reúne os canais TV Cultura, UnivespTV, MultiCultura, TV Rá-Tim-Bum! e as rádios Cultura Brasil e Cultura FM.

Visite o cmais+ e navegue por nossos conteúdos.

Comentários

Compartilhar


Primeira Aula

Assistir >

Lista de Aulas

  • Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia
  • FAPESP
  • UNICAMP
  • UNESP
  • USP
  • FUNDAP
  • Centro Paula Souza